segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

CFB Regulamenta registro dos profissionais em fichas catalográficas

O CFB publicou resolução sobre a obrigatoriedade do nome e registro do Bibliotecário, nos documentos elaborados por ele, inclusive na ficha catalográfica. Confira os detalhes em: http://www.cfb.org.br/destaque/cfb-regulamenta-registro-dos-profissionais-em-fichas-catalografias/

[Bibliotecas Universitárias] Novo instrumento de avaliação do MEC.

Bibliotecários que atuam em bibliotecas universitárias devem ficar atentos ao novo Instrumento de avaliação do MEC, pois agora o INEP/MEC passa a aceitar o acervo da bibliografia básica 100% virtual mediante algumas condições pré-estabelecidas e balizadas pelo NDE do curso. 

Confira AQUI o novo instrumento de avaliação do MEC.



Novo INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO  DE CURSOS DE GRADUAÇÃO 
Presencial e a Distância do INEP.
Indicador 3.6 Bibliografia básica por Unidade Curricular (UC)

Confira também o Estudo comparativo do instrumento - Hoper

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

XXVII Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação


De 17 a 20 de Outubro de 2017, foi realizado o  XXVII Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação  2017 com a temática Bibliotecas e a Agenda 2030

história da escritora cearense Raquel de Queiroz foi o tema de abertura do XXXII CBBD 2017 (17/10) no Cine-Teatro São Luis, um belíssimo e histórico equipamento cultural da cidade de Fortaleza-Ce. O evento contou com a presença de mais de 1 mil participantes entre bibliotecários, alunos de Biblioteconomia, professores, representantes de empresas e organizadores do evento. 




imagem: FEBAB 


O XXVII CBBD foi um marco da Biblioteconomia Brasileira, pois trouxe para além do Empreendedorismo e Inovação, a Biblioteconomia  Social  com veemência. 

DESTAQUES:

Trabalhos científicospainéis, mesas redondas, palestras e conferências com temas sobre:

indígenas; bibliotecas de arte; gênero, diversidade e sexualidade; bibliotecas e a década Internacional de Afrodescendentes; Makers Espaços; Design thinking para Bibliotecas; bibliotecas e democracia; situação laboral do bibliotecário com a reforma trabalhista. 

Minicursos:

"Empoderamento, cidadania e inovação em bibliotecas públicas" com as dinamizadoras Carola Gómez (Chile) e Lucia Abello (Chile)

"Fala, Bibliotecária: Como produzir conteúdo digital?" com a dinamizadora: Gabriela Pedrão

"Curadoria  digital de dados de pesquisa" com o dinamizador Luis Fernando Sayão (CNEN)

"Avaliação do impacto e do valor das bibliotecas do Ensino Superior recorrendo à  Norma Internacional ISO16439"  com a dinamizadora Profa.  Luiza Baptista Melo (Portugal)

Destaco também palestras de suma importância para a área como a de Glòria Pérez-Salmerón (Espanha) presidente da IFLA desde 2014, de Julio Diaz Jatuf (Argentina) falando sobre Biblioteconomia Socialde Chris Erickson (EUA) falando sobre preservação digitalPeter MacLeod (Canadá) que trabalha com governos e corporações avançados para aprofundar e melhorar a consulta pública e o engajamento social

A modernidade chegou! E chegou para ficar.

Uma impressão pessoal: Lembro que no primeiro XXV CBBD (2013) que participei, em Florianópolis, voltei com vários livros comprados. Já neste XXVII CBBD (2017) percebi a ausência dos estandes de editoras (de livros impressos e digitais), e que a maioria dos estandes que haviam no evento eram de empresas de bases de dados e livros digitais.  Até mesmo os lançamentos de dois livros, um destes era ebook. 

Não poderei deixar de citar meus dois trabalhos apresentados. 



(18/10) Painel: "Competência em informação para o emprego: a experiência da biblioteca do Sine IDT com a Estação Conhecimento."

(19/10) Painel: "A experiência da biblioteca digital na Unifor.


                        O 27º CBBD findou-se com o gostinho de quero mais!  Avante!


quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Biblioteca Britânica Alerta: NUNCA Use Luvas ao Manusear Livros

Usar ou não usar luvas? Eis a questão
Segundo a biblioteca, o melhor é manusear os livros com as mãos secas e limpas. Os motivos são surpreendentemente lógicos: ao usar luvas, a habilidade das mãos ficam um pouco prejudicadas. E isso aumenta muito a possibilidade de algum acidente que cause danos piores à obra, como rasgos e amassados!

Biblioteca Britânica Alerta: NUNCA Use Luvas ao Manusear Livros.Leia a matéria  AQUI 

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Inovação Disruptiva em Bibliotecas

SIBiUSP 2016 / por Elisabeth Dudziak
Na esteira das tecnologias digitais disruptivas, a biblioteca tradicional está morta“,é o que afirma Steve O’Connor no livro “Gestão de Bibliotecas em Tempos Disruptivos” [em inglês: “Library Management in Disruptive Times”].
Clayton Christensen, professor da Harvard Business School, desenvolveu o conceito de Inovação Disruptiva (Disruptive Innovation). A “inovação disruptiva” acontece quando há uma quebra de paradigmas, uma transformação ou ruptura que se inicia em um nicho e reverbera, espalhando e gerando transformações tecnológicas, sociais e econômicas. Este foi o tema da Conferência das Bibliotecas de Pesquisa do Reino Unido que aconteceu na British Library, em Londres.

Quatro capítulos gratuitos de livros sobre inovação, mudança disruptiva e o futuro das bibliotecas de pesquisa ilustram grandes mudanças a caminho na área das bibliotecas e da atuação dos bibliotecários. Continue lendo AQUI 
Fonte:
DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Inovação Diruptiva em Bibliotecas em 4 Capítulos. 2016. Disponível em: <http://www.sibi.usp.br/?p=4986> Acesso em: 23 ago. 2017.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Mapa Mundial das Bibliotecas

Durante seu Congresso Internacional, a IFLA acabou de lançar o seu Mapa Mundial de Bibliotecas! Nele é possível navegar por país buscando informações sobre todos os tipos de bibliotecas. Neste primeiro momento, os dados coletados e já disponíveis são: número de bibliotecas, quais delas oferecem acesso à internet, número de funcionários e de voluntários, número de usuários cadastrados e de visitantes e número de empréstimos.
Alinhado com a Agenda 2030, também é possível buscar e se inspirar com exemplos de bibliotecas que trabalham com os objetivos para o desenvolvimento sustentável. Acesse o mapa AQUI . Use e abuse!!